segunda-feira, 13 de março de 2017

1º ENCONTRO DE CARROS ANTIGOS DE MORRINHOS - GO

O Clube de Carros Antigos de Morrinhos/GO - CAM, convidou o Puma Clube de Brasília, para participar de seu primeiro Encontro de Carros Antigos.

O evento ocorreu no dia 11 de março de 2017.

Como primeiro encontro, foi muito bem organizado.

Saímos da sede do Puma Clube, às 6:30 hs, da manhã, e chegamos em Morrinhos às 11:30 hs.

Vejam, abaixo, as fotos:

 Saída da sede do Puma Clube de Brasília

 Parada no Rota 60 para um café



 E a mulherada unida

 Após o pedágio, em direção a Morrinhos/GO






 Leozito feliz da vida. Com a namorada e GT/70


 Bráulio e sua incansável Isolda

 João estreando seu Puma GTS verde

 Mauro e Meiriele em seu AM4 conversível. Lindo carro

 Hotel em que ficamos, em frente ao evento

 Chegando em Morrinhos, o carro do João resolveu soltar o cabo da bobina

 Vejam os carros alinhados no evento




 GTB do Bira gaúcho. Lindo carro

 AM4 do Mauro. Lindo carro

 Puma GT 70 do Paniago.

 Os Pumas abrilhantando o evento

 Como sempre o Clube melhor organizado do evento

 A turma reunida e falando sobre o futuro do Clube

 No domingo, com os carros já acertados para voltar para Brasília

 Recepção do Hotel Grande Lago, em frente ao evento

 Parada para fotos no Cristo, em Morrinhos/GO


 Vejam que beleza o vídeo. De autoria da Gislane

 Volta para Brasília


segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

MATÉRIA DA AUTO ESPORTE DA GLOBO SOBRE O PUMA

Fomos convidados por Jorge Lettry para participar das filmagens do Documentário sobre a história da fábrica Puma, mobilizamos colegas Pumeiros de Campinas, Jundiai, São Paulo, Curitiba e de outras cidades...

Como quem não quer nada, chamei a equipe do programa Auto Esporte, da Rede Globo, programa que estava ainda em sua fase inicial...

Confira o vídeo é de sua opinião, lembre-se que foi editado em 2003.....
PumAbraço!!
Christian Lovatto



domingo, 29 de janeiro de 2017

AVENTURA - EXPEDIÇÃO DE PUMA - DE BRASÍLIA AO DESERTO DO ATACAMA NO CHILE




EXPEDIÇÃO AO DESERTO DO ATACAMA

“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser, que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver” Amyr Klink. 

Os Pumeiros viajantes dessa aventura foram:

De Brasília:
1 - Paniago e Sidney Maria
2 - Ruy e Rosália
3 - Mauro e Meiriele
4 - Toninho
5 - Josué e Gislane (apoio)

De Pirenópolis/GO
6 - Jânio e Vírginia
7 - João Paulo e Mariah

De Jundiaí/SP
8 - Aimoré

Matéria publicada em Jornal Argentino, sobre a nossa Expedição ao Deserto do Atacama









































Vejam abaixo, as fotos:
Grupo unido, chegando em Marília, no 1º dia de viagem.




1º Dia
Chegada no Hotel Travel Inn, em Marília/SP







Jantar em Marília/SP

Rumo a Foz do Iguaçu/PR



Casa de D. Maria, sogra do Toninho, em Corbélia/PR, que nos ofereceu um café. Fica a 150 kms, de Foz do Iguaçu.



2º Dia:
Chegada em Foz do Iguaçu, no Hotel Bella Itália. Os carros ficaram todos juntos, estacionados na garagem no fundo do Hotel.




Abaixo, encontro, no shopping, em Foz do Iguaçu: da esquerda pra direita: Gastão, Jânio, Sérgio Tempo, Mauro e Paniago









4º Dia:
Carros estacionados no acostamento, junto da Ponte Internacional que separa o Brasil da Argentina, em Foz do Iguaçu/PR






























5º Dia:

Hotel em Resistência Roque Sans Penna/ARG



Jantar, no Hotel, em Resistência Roque Sans Penna/Argentina





6º Dia:
Hotel em Salta/Argentina



Pausa para passear: Igreja em Salta/ARG



Teleférico em Salta/ARG






















Todos animados com a "CERVEZA NEGRA" de Salta/ARG



Vista da cidade de Salta/ARG do alto do Cerro San Bernardo


 Fonte Artificial no Cerro de San Bernardo


 Josué, Jânio e Ruy e Rosália ao fundo e, abaixo, a turma, curtindo a cidade de Salta




Estátuta do General Cuemes - libertador de Salta/ARG



 Mais uma vista da Igreja Matriz de Salta/ARG

 Vista da parte interna da Matriz



O Jânio foi DUPLAMENTE um felizardo: com a viagem e fazendo aniversário no meio dela. Parabéns pelo aniversário Jânio.



Posto de Gasolina, abaixo, em Salta/ARG




























Saímos de Salta e fomos direto para San Salvador de Jujuy. Chegamos lá, debaixo de muita chuva e, logo descobrimos que, em razão das fortes chuvas, houve deslizamento de lama e pedra, interditando a estrada entre Jujuy e Purmamarca.






Ficamos aguardando um pouco e fomos almoçar em San Salvador de Jujuy/ARG






Mais tarde, descobrimos que a estrada não estaria liberada, tão cedo, tendo em vista que o estrago das chuvas tinha sido muito mais sério, inundando umas três cidades, como Volcan, que foi a mais atingida. A estrada só foi liberada uma semana depois








Ficamos aguardando, a possível liberação da estrada, nesse mirante. Depois de muito esperar, resolvemos voltar para Jujuy, para encontrar um hotel pra dormir.































Depois de muito procurar hotel, na cidade (Jujuy), conseguimos um ótimo Hotel - Alto de la Viña







































 Toninho, Jânio e Virgínia, preocupados

 Aimoré estava bem preocupado e, abaixo, a todos preocupados, com relação a interdição da estrada






















Nosso "anjo da guarda" (Josué) verificando o carro do Mauro


No outro dia, após tomarmos informação de que a estrada ainda estava impedida, resolvemos voltar para Salta e, em seguida rumamos, para San Antonio de Los Cobres (um vilarejo perdido no meio do deserto, a 4.500 mts de altitude).
Lá o Jânio e a Gislane passaram mal, em razão da altitude. Quase voltamos dali. Só que a vontade de chegar a San Pedro do Atacama era tão grande, que resolvemos tocar pra frente, em estrada de rípio (cascalho). Aí que a aventura começou.

























































No meio da caminho, várias Lhamas.




























































Finalmente, depois de 200 kms, de estrada de chão, chegamos à fronteira entre Argentina e Chile, fazendo uma parada obrigatória na Aduana. Veja abaixo:





Parada, abaixo, para resfriar a camionete, que estava rebocando o carro do Presidente




Vejam, abaixo, um dos passeios que fizemos, às salinas escondidas, onde você se joga dentro da água salgada e não afunda



Após o passeio, nas piscinas de sal, fomos aguardar o por do Sol. Vejam as fotos abaixo:



 Vejam, abaixo, o restaurante, a céu aberto, em San Pedro de Atacama/Chile

Saindo de San Pedro de Atacama e subindo 55 kms de Cordilheira




 




 


 

 
Em nosso retorno, chegando em Purmamarca/ARG, vejam os cactos e, abaixo, vista do hotel 





Ao chegarmos em Purmamarca tivemos a notícia de que a estrada interditada iria reabrir no dia seguinte. Tomamos café e fomos pra estrada. Vejam, abaixo, a fila para passarmos e os estragos que a chuva fez



 O exército, bombeiros, policiais armaram acampamento, pra poder liberar, o mais rápido possível a estrada









 As filas de carros eram enormes, aguardando a liberação de uma das faixas, da estrada, pra poder passar.








 Tivemos que passar por um trecho de lama e os carros ficaram em situação de penúria





 Mais filas pra aguardar a liberação da meia faixa da estrada






Na chegada em Foz do Iguaçu, fomos direto pra garagem do Tarzan deixar os carros para serem lavados, pois, estavam num barro só




A Garagem cheia, do Tarzan, já com os carros devidamente lavados

 Jantar em Foz do Iguaçu, com Tarzan e Jane, no restaurante Rafain, com um espetáculo de músicas e danças típicas de vários países. Muito bom, recomendo.


Saída do Hotel Bella Itália, em direção a Brasília


Encarando o asfalto para casa

Depois de Marília, fomos abordados pela Polícia Paulista, que nos parou para cumprimentar, e ver os carros e tirar umas fotos